Haitiano Badio assina seu primeiro contrato profissional com o Pérolas Negras

O que antes parecia somente um sonho se tornou realidade. Nesta sexta-feira (30/11), o haitiano Badio destaque do sub-20 assinou seu 1º contrato profissional com o Pérolas Negras. O contrato será válido por três anos.

O zagueiro autor de 4 gols no Campeonato Carioca Série B2 Sub-20 celebrou a nova etapa de sua carreira, e projeta um futuro brilhante pela frente: “Só tenho a agradecer a Deus, não vai ficar só nisso, tenho que continuar trabalhando para ser visto pelo mundo inteiro. O Pérolas me tirou lá da minha terra, onde eu nunca sonhei em assinar um contrato profissional”   

Presidente do Pérolas Negras Rubem Cesar celebrou a nova etapa na carreira de Badio e lembrou do passado do atleta: “Eu conheci o Badio lá no Haiti. Ele morava em um bairro barra pesada chamado ‘Cidade do Sol’. Ele nos procurou na academia quando tinha 15 anos, e teve todo um processo de formação como atleta junto ao Pérolas Negras, até chegar aqui no Brasil.”, relata Rubem.

Mas não ficou só nas lembranças do passado, o presidente vê grande potencial no zagueiro e o comparou com o ex-jogador da Seleção Brasileira Juan: “Eu olho para ele e vejo um grande defensor, ele enxerga o jogo de forma incrível, tem velocidade, cuida da área, ele está destinado a ser um grande jogador. Eu o chamo de Juan por que tem muita semelhança técnica e física ao jogador do Flamengo.” celebra Badio.

João Barreto advogado do clube deu detalhes de como foi feito o contrato do atleta que é um refugiado no Brasil: “Badio é um atleta refugiado no Brasil, fizemos todo o processo de legalização dele, a gente conseguiu que ele tenha a carteira de trabalho. E hoje, ele está assinando seu primeiro contrato profissional, sendo o Pérolas Negras o primeiro empregador dele.” concluiu.

Além de abraçar os brasileiros, o Pérolas Negras conta com jogadores do Haiti, Síria e Venezuela. O Foco do clube é ser cada vez mais reconhecido como o time mundial dos refugiados.

Foto: Vitor Madeira

Texto: Nathã Soares