CENTROS DE TREINAMENTO

INFRAESTRUTURA

ENTENDA COMO OS CENTROS DE TREINAMENTO NO BRASIL e HAITI FUNCIONAM:

Quando os jovens refugiados selecionados vem para o Brasil, eles ficam no Centro de Treinamento, esse espaço é um antigo hotel fazenda, dividido em dois módulos, com área total de 64 mil metros quadrados na região serrana, localizada no histórico Vale do Café fluminense que no século passado produziu cerca de 75% do café consumido no mundo.

O primeiro módulo é composto por salas: de alimentação, centro de estudos, departamento médico, departamento de futebol, área de lazer e dormitórios. Os dormitórios, com capacidade para acomodar 96 atletas, são equipados com quatro camas por quarto e armários individualizados.

No segundo módulo estão os principais equipamentos esportivos: dois campos de futebol um oficial e outro reduzido, piscina, sauna e academia de força. As viagens e os deslocamentos são realizados através de micro-ônibus. Os Pérolas Negras contam com parcerias locais da cidade que oferecem três outros campos oficiais para que os jogadores possam treinar e aprimorar ainda mais suas técnicas.

SAÚDE

Em um conjunto de três salas está instalado o departamento médico e de fisioterapia. Três profissionais (um médico, um enfermeiro e um fisioterapeuta) compõem a equipe de saúde. Realizado de forma preventiva o trabalho é orientado na identificação de problemas de saúde que possam ser tratados para não prejudicar o melhor rendimento durante a temporada. Os atletas recebem atendimento médico, fisioterápico, odontológico, fonoaudiólogo, psicológico e nutricional. Em situações de emergência e cirúrgicas, a academia tem convênio com as redes públicas municipais e estaduais.

ALIMENTAÇÃO

São servidas cinco refeições diárias, em refeitório com capacidade para 50 pessoas, sob orientação e supervisão de nutricionistas. Uma equipe com 12 profissionais cuida da alimentação e serviços de copa.

EQUIPE

Os Pérolas Negras são assistidos diariamente por profissionais qualificados contratados e das redes Públicas e Estaduais, entre gerente de futebol, técnicos, nutricionista, fisioterapeuta médico, educadores, dentista, fonoaudiólogo, psicólogo, supervisor e preparador físico especializado que dedicam seu trabalho à ajudarem os jogadores a se desenvolverem e aprimorarem suas debilidades para poderem superar os desafios no campo e na vida.