Academia Pérolas Negras e ONG Craques da Vida criam oportunidades para jovens

A parceria entre a ONG Craques da Vida e a Academia Pérolas Negras tem dado bons frutos. A educação e o esporte são ferramentas capazes de promover a transformação de diversos jovens. Um exemplo disso é o jovem Cauan Araujo, de 17 anos, participante da ONG da Vila Aliança que foi aprovado para jogar pela equipe sub20 da Academia Pérolas Negras.

Cauan Araujo vestindo a camisa do Pérolas Negras. – Foto: Reprodução da redes sociais

 

Morador da Vila Kennedy, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, pelo projeto de futebol da ONG Craques da Vida, Cauan já passou por clubes como Atlético Mineiro e Bangu.

O atleta conta que chegou ao projeto por meio de um amigo e foi muito bem recebido pelo presidente da ONG, Franklin Ferreira. Jogou a Taça das favelas pela equipe da Vila Aliança. Logo no primeiro ano pelo projeto, a sua equipe foi vice-campeã do campeonato.

Cauan tem uma nova oportunidade para realizar seu sonho de ser jogador de futebol profissional. Após ter passado pela etapa de avaliação da Academia Pérolas Negras, o jovem foi selecionado para compor a equipe Sub 20 do clube, em 2021.

Em um cenário no qual a vida de jovens das comunidades sofre com a violência, o futebol e a educação quebram barreiras e criam pontes para que novas realidades sejam vislumbradas e construídas.

Cauan mora em uma comunidade vizinha onde a ONG Craques da Vida tem sede e treina os atletas. A relação entre os jovens das duas favelas fica um tanto distante, por conta das realidades de cada localidade. Com Cauan foi diferente pela aproximação dos Craques da Vida.

Um dos objetivos da ONG é garantir oportunidades para aumentar as chances desses jovens para que possam  ter mais possibilidades de crescimento pessoal. “A ONG foi muito importante para mim, até no momento em que eu perdi meu pai. Franklin veio aqui em casa, conversou com a minha mãe, me apoiou, conversou comigo e me mostrou que agora não era a hora de parar. Se eu estivesse em outro projeto, não ia acontecer. Considero o Franklin como um pai.O projeto me deu muita esperança de ser jogador”, revela Cauan.

Há 23 anos, a ONG Craques da Vida vem formando muito mais do que jogadores de futebol. Com o intuito de construir cidadãos conscientes e de apoiar o jovem de periferia a realizar sonhos e reconhecer seus direitos, a ONG traz perspectivas melhores para aqueles que moram nas favelas da Zona Oeste, principalmente na Vila Aliança em Bangu.

O presidente da Craques da Vida, Franklin Ferreira, destaca a importância desse trabalho. “Nosso principal objetivo é criar oportunidades para os jovens da favela. A ideia é mostrar para os meninos e meninas que todos têm chances de vencer na vida. Mostrar que eles têm alguém, um caminho, uma ponte que podem seguir pelas possibilidades que são dadas, serem cada vez mais incluídos. Essa transformação gera uma ascensão social na vida deles”, acrescenta.

O Pérolas Negras vem dando suporte à ONG Craques da Vida e fazendo a seleção dos melhores atletas para fazerem parte das equipes da APN. A manutenção do direito ao esporte e à educação tem sido exercida com qualidade pelo Pérolas, que influencia seus parceiros e cria fortes laços fora dos muros das periferias.