Academia Pérolas Negras

Futebol

prof800X600

‍Futebol Profissional Masculino

A equipe principal da Academia Pérolas Negras é bicampeã estadual no futebol carioca: Série C (2017) e Série B2 (2020). Possui um Centro de Treinamento na cidade de Resende, no interior do Estado do Rio de Janeiro, mais conhecido como CT Itapuca e manda seus jogos no Estádio do Trabalhador. Atualmente joga a Copa Rio e a Série B1 do Campeonato Carioca.

‍Futebol Feminino

A categoria feminina disputa a Série A do Campeonato Carioca e possui um título da Taça Unifoot (2020). Atualmente, possui um Centro de Treinamento na cidade de Itatiaia-RJ, mais conhecido como CT Vila Maia. A equipe manda seus jogos no Estádio Municipal Antônio Corrêa.

fem0800X6002
SUB20800X600

‍SUB-20

A categoria Juniores possui dois títulos estaduais: Série C (2017) e Série B2 (2018). Nosso sub-20 treina na Serrinha do Alambari, uma Área de Proteção Ambiental situada em Resende. Atualmente, a categoria disputa a Série B1 do Campeonato Carioca.

Centro de treinamento

Propriedade com 20 mil metros quadrados, situada em área de proteção ambiental, na região do vale do paraíba, em resende, hospeda e educa jovens de comunidades conflagradas, no Brasil e no exterior. É centro de excelência para a formação educacional e acesso ao futebol profissional.

Metodologia de treinamento

O processo de treinamento consiste no desenvolvimento físico, técnico e tático dos jogadores –

Físico – Os jogadores de futebol são atletas de alto rendimento e precisam estar aptos para correr por 90 minutos, com poucos segundos para se recuperar. Para alcançar o nível profissional é necessário um exercício intenso para desenvolver as estruturas musculares e preparar o corpo.

Técnico – O objetivo é ensinar aos jovens atletas as técnicas do jogo, como passar, como chutar, como cruzar e assim por diante.

Tático – Também é importante fazer o jogador entender o que deve ser feito em campo e como tomar as melhores decisões, de acordo com os objetivos da equipe.

 

As partidas amistosas e competições são muito importantes para dar experiência e completar o processo de treinamento. É preciso viver o processo por no mínimo dois anos, para aprender, praticar e se adaptar a uma nova condição de desempenho. O treinamento é realizado durante os seis dias da semana, com um dia de folga e um mês de férias por ano